Dois anos..

terça-feira, janeiro 27, 2015

     Esse post é dedicado ao amor da minha vida, o Vitu, ontem completamos dois anos desde o nosso primeiro beijo e esse é um dos motivos de eu começar a semana tão feliz. Olhando pra trás posso dizer que nós dois tínhamos tudo pra não dar certo e eu explico, somos opostos, tipo água e óleo, porém temos uma coisa muito igual um no outro, chamada força de vontade, ela nos move desde o começo e tenho certeza que nos moverá até o fim dos nossos dias juntos. 


Alianças

    Vou contar pra vocês como tudo começou, eu tinha acabado de pedir demissão do meu emprego anterior, estava na bad e resolvi ir para a casa da minhabf, isso foi no dia três de janeiro se eu não me engano (minha memória é bem ruinzinha confesso), eu e a Ké temos um sério problema de hiperatividade quando estamos juntas, paremos duas crianças eu sei nós somos velhas mas ninguém precisa saber disso embora o meu tamanho me denuncie (o que não é o caso dela já que só possui meio metro de altura u.u kkkk te amo bruxa), estamos no skype com o Vitor que até então eu não conhecia, ele fazia tece com ela, eu e o irmão dela a pintamos com tudo enquanto é maquiagem ela ficou linda só que não kkkk mostramos tudo p Vitor e até então estava tudo ótimo, até que ela resolveu e tirar a maquiagem e eu fiquei no notebook dela, desde aquele instante eu e o Vitor não paramos de nós falar mais, no dia seguinte passei meu número p ele e começamos a nós falar por SMS, todos os dias todos os instantes, não largando o celular nem pra comer rs, até que ele teve a brilhante idéia de que queria me conhecer pessoalmente.

Primeira foto juntos

   Então, no dia 26 de janeiro de 2013 eu resolvi que queria conhecer ele também, fui para a casa da minha amiga, chegando lá a hora não passava, e eu ansiosa, pra variar (eu cheguei na casa dela um pouco antes do que havíamos combinado, porem ainda assim cheguei atrasada ao encontro dele). Ele já estava interessado em mim e eu também estava nele porém não queria me machucar, tinha medo de quebrar a cara mais uma vez então não dava muita trela.
   Chegada a hora (na verdade atrasada k), a Ké foi me levar ao encontro dele no lugar que havíamos combinado, ao ver ele mesmo de longe eu fiquei vermelha feito um pimentão (isso segundo ele u_u), nos cumprimentamos e começamos a conversar os três até chegar o namorado dela e os dois começarem a conversar entre si e deixar eu e ele conversando, na verdade eu mal falava, ele perguntava eu respondia até que do nada, tipo do nada mesmo! ele me roubou um selinho, a pessoa aqui que já estava com vergonha ficou com mais ainda o que me deixou um pouco mais muda rs (isso é possível?). 


   Logo apos, fomos para o ponto de ônibus pois eu tinha que voltar para a casa (tendo em vista que eu moro literalmente do outro lado de São Paulo rs), voltamos a tentar conversar, ate que ficarmos mudos por alguns instantes, resolvi quebrar o silencio e entao quando eu olhei para ele para dizer algo, ele me beijou, foi inesperado e talvez isso tenha tornado tão especial, eu sempre fui do tipo de menina que sonha com o príncipe encantado e embora eu tenha plena consciência que não seja assim, com ele foi e é diferente, depois daquele beijo a vergonha permanecia ali, eu demorei até para olhar nos olhos deles, sim eu demorei rs, Fui para a casa e a vontade falar com ele a todo segundo permaneceu, porem dessa vez um pouco mais forte, tínhamos agora a vontade de nós ver mais vezes pois já estava a nascer um sentimento que hoje chamamos de amor.

2°semestre de Jornalismo e 1° de Sistema da informação

    Na semana seguinte teve a minha festa de aniversário eu o chamei mas não acreditei muito que ele iria até chegar a hora de ir buscar ele e meus amigos na estação de ônibus, e ele estava ali, e foi então que eu comecei a notar que também era correspondida, nós sorrimos com o olhar assim que nós vimos rs, no caminho para a minha casa fomos o tempo todo conversando sobre nós, e o que seria dali pra frente, de início nem eu nem ele sabíamos ao certo que queríamos, ambos havíamos tido relacionamentos frustrados antes um do outro e o medo estava ali evidente. No meio da festa ele me pediu em namoro, porem prometemos não colocar tanta expectativa, afinal só tínhamos ficado uma vez e fazia apenas uma semana, era tudo muito recente embora tivéssemos conversado bastante nesse um mês de SMS.


    Não digo que foi fácil, no começo se acostumar mas sempre colamos a trá com o genio um do outro foi bem complicado, porem sempre sentamos e conversamos para absolutamente tudo no nosso relacionamento e com o tempo aprendemos a nós amar o que na verdade não envolve somente o fato de sermos namorados, amar alguém vai muito além do fato de dar abraços e beijos, aprendemos a nós respeitar a ver as coisas com a visão do outro, a pensar no outro além de mim, o que talvez até tenha sido difícil por eu ser meio egoísta as vezes embora eu não tenha orgulho disso, e por ele ser extremamente orgulhoso e ter receio de voltar atrás.

Primeira viagem juntos

    Diferente de todos os contos de fadas, o meu começou de um jeito inesperado, tinha tudo para dar errado, a distancia (que embora não pareça tão grande, no inicio foi complicado afinal ele é do extremo leste de SP e eu da zona sul), a personalidade distinta, os gostos e caprichos, quase tudo estava contra, porem a vontade de estarmos juntos sempre foi maior e mais forte do que tudo isso, e prova disso são esses dois anos desde o nosso primeiro beijo. Saiba que eu te amo muito meu menino, que mesmo eu sendo assim tão desastrada fisico e emocionalmente, eu sou apaixonada por cada feito teu, ainda mais quando se trata de nós dois. Feliz dia 26 em um dia 27!

You Might Also Like

1 comentários

  1. O melhor da minha vida é o tempo que passei e irei passar ao seu lado <3

    ResponderExcluir