Adeus ano velho!

terça-feira, janeiro 05, 2016


                Olha só quem está tentando voltar a mil anos e agora finalmente parece estar conseguindo, espero que o 2015 de vocês tenha sido repleto de realizações.
                O meu foi um ano conturbado, confesso, as tarefas aumentaram, os amigos subtraíram, os sonhos dobraram e insegurança se multiplicou em diversas situações desse 2015 maravilhoso. Foi um ano atípico, um ano onde eu jurei que seria diferente e de fato foi, mas não tenho certeza se foi um diferente bom, acredito que em algum momento irei decidir isso.


                Na verdade não foi um ano de todo mal, mesmo porque houveram vitorias, o trabalho, a faculdade e as realizações pessoais foram fatos concretizados nesse ano, talvez agora seja o momento de afirmar que o 2015 não foi de todo mal rs.
                Nesse ano, meu numero de contatos diminuíram, meu tempo hábil com a família, amigos, noivo e ate comigo mesma diminuiu. Aceitei meus cachos, e embora eu tenha afirmado que foi porque tava na moda, o maior motivo foi a preguiça de arruma-los, devido ao tempo que me restava para pregar os olhos.
                Eu não reclamo disso, na verdade eu agradeço, com isso eu tive que exigir mais de mim mesma, tive que tentar fazer as coisas darem certo mesmo que tudo indicasse que daria errado, mas adivinha? Na maioria das vezes eu consegui, o esforço tem valido a pena.
                Fiz planos, mas na maioria das vezes eles só ficaram no papel, sonhei, porem joguei areia nesses sonhos por medo, sim eu ainda não superei esse meu medo de tudo, tenho tentado mudar isso a um tempo, acredito que isso faz parte da idade né? 21 anos, cheia de ideias, cheia de receios, cheia de tudo ao mesmo tempo, e com a mania de tentar abraçar o mundo com um braço e os planos com o outro e acredite Aline, talvez isso não seja possível.
                Foi com certeza um ano de sensações novas, de coisas boas e não tão boas. Um ano repleto de "talvezes", como tem sido a algum tempo, como disse, não é de todo ruim.
                Porem, agora, com um pouco de pesar me despeço desse 2015, com a esperança de que em 2016, os planos e sonhos se concretizem, as realizações dobrem, os amigos se multipliquem, e as tarefas se quadrupliquem, as expectativas estão altas, porem, sobretudo, esse ano me ensinou que as expectativas só são boas quando não são geradas a todo instante, se surpreender é melhor do que se frustrar rs.
                Desejo a todos vocês que gastam um tempinho do seu dia aqui, um ano repleto de coisas boas, cheio de abraços, sorrisos e amor, que o 2016 de vocês transborde de amor, amor próprio, amor ao próximo, amor a vida, por que no final, talvez só isso reste em nossos corações. Que venha 2016, to pronta pra novos desafios e vocês ?

You Might Also Like

0 comentários